Adiado o julgamento de recursos dos 23 réus acusados de desviar mais de R$ 11 milhões da ALE-RO, em apenas um ano

O julgamento dos recursos de 23 réus da Operação Dominó, que estava previsto para acontecer nesta terça-feira (9), foi adiado. Segundo o Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO), a nova data da sessão é dia 24 de abril.

O motivo do adiamento veio após a defesa dos réus Daniel Neri de Oliveira e Haroldo Franklin Carvalho Augusto dos Santos entrar com agravo regimental, analisado na última segunda-feira (8) pela Justiça. O agravo citado é um recurso previsto pelo regimento interno dos tribunais.

Conforme a decisão, o novo advogado dos dois réus alegou que precisa se inteirar dos autos para só assim poder efetivar a defesa técnica dos seus clientes, inclusive com sustentação oral.

Dessa forma, o relator do processo, desembargador Roosevelt Queiroz Costa, reconsiderou a decisão anterior, na qual havia indeferido o pedido de adiamento da sessão. O relator acatou o pedido e remarcou o julgamento para uma sessão extraordinária no próximo dia 24 do mesmo mês.

Segundo a decisão, o adiamento aconteceu para que seja questionada futuramente qualquer pedido de nulidade do processo. O relator entendeu também que o adiamento da sessão dará condições para que a nova defesa dos recorrentes se concretize.

Os 23 réus são acusados de desviar mais de R$ 11 milhões da Assembleia Legislativa de Rondônia (ALE-RO), por meio de uma folha de pagamento paralela, que funcionou no período de junho de 2004 a junho de 2005. O processo é resultado da Operação Dominó, deflagrada em 2006 pela Polícia Federal. Todos os recorrentes foram condenados em sentença.

Por: G1-RO
Esporteenoticia.com




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *